Um passo adentro na Ty Warner Penthouse e os olhos se agitam para ajustar o foco. Do 52o andar, as janelas dão vista para oito ângulos de Manhattan, incluindo o Central Park e o Rio Hudson. Não bastasse oferecer o melhor panorama da ilha, o quarto na cobertura do hotel Four Seasons Nova York leva nos 400 metros quadrados a assinatura dos arquitetos Peter Marino e I.M. Pei, num projeto de 50 milhões de dólares que demonstrou sete anos para ser concluído. São nove cômodos, incluindo spa. Marino convocou o escultor francês Claude Lalanne para criar ramos que decoram a estante da biblioteca e a designer inglesa Deborah Thomas para desenhar o lustre sobre a mesa da sala de jantar, iluminado por 120 lâmpadas de fibra óptica. “Hospedar-se num espaço com peças customizadas provoca um prazer inigualável”, diz Marino. É de Pei, autor da pirâmide do Louvre, em Paris, a ideia do teto de vidro. O revestimento das paredes é todo artesanal e inclui a madrepérola da sala de estar. Para experimentar a vida do topo da cidade que nunca dorme, basta desembolsar 45 000 dólares por noite.

Reportagem originalmente publicada na revista Veja Luxo (páginas 105-109)

Author