De um lado, altíssimos arranha-céus projetados por arquitetos famosos. De outro, centenas de parques (são mais de 500) e uma extensão de areia de 45 km beirando o lago Michigan, o maior dos Estados Unidos. Entre o concreto e a natureza, Chicago é a soma de muitas formas de diversidade. Terceiro maior aglomerado urbano do país, a cidade conta com todos os superlativos que uma metrópole pode oferecer. O centro, chamado de Loop, é berço de gigantes verticais, como o John Hancock, com 100 andares, e o Willis Tower, com 108.

Do observatório desses prédios, é possível conferir o projeto urbanístico de mestres da arquitetura, como Daniel Burnham e Louis Sullivan, que se mobilizaram para reconstruir a região depois do incêndio que destruiu 18 mil edifícios, em 1871. Vem daí o trecho da Michigan Avenue batizado de Magnificent Mile, espaço dedicado às lojas de grife, aos hotéis cinco estrelas e ao movimento mais frenético da cidade.

Matéria originalmente publica na Elle Brasil. Clique abaixo para ler reportagem completa.

elle_abre

Author

Jornalista & trend seeker baseada em Miami